Sonho de criança

Scroll down for English
Em nossa infância os sonhos são a nossa razão de viver. Nessa fase tudo é tão intenso! Pequenos acontecimentos são tão poderosos que podem mudar sua vida toda. Eu era um apaixonado por jogar futebol.

O tempo todo estava jogando nos campinhos da minha vila, o bom e velho camisa contra os sem camisa. As traves feitas de pedras, chinelos ou gravetos, tudo era adaptável. A bola que cai na vizinha e não volta nunca mais. As disputas com o time da outra vila. Parecia que era o momento mais importante da história. Perder significava ser sacaneado por um bom tempo.

Lembro também da emoção de pegar a camisa do time e entrar em campo. Um orgulho tão grande em ser um membro daquele esquadrão e ter a responsabilidade de dar sua vida por aquele jogo. Aquela vontade de marcar um gol, decidir uma partida, ou simplesmente ganhar e ir comemorar com o time dividindo o prêmio maior que era aquela única tubaína com sabor de vitória!

Quem nunca sonhou em ser um jogador de futebol? No mês passado tive a honra de entrevistar o Paulo Moura, presidente do Barcelona Esportivo da Capela, ou o nosso querido Barceloninha. O Paulo é um grande sonhador, um guerreiro que sonha e luta para tirar as crianças da rua, do tráfico, do caminho errado. E como na minha infância ele usa o maior sonho do brasileiro que é o futebol. Trazer para essas crianças a possibilidade de ser alguém diferenciado com possibilidade de se tornar um astro.

Seu time já revelou muitos craques, mas mais que isso salvou a vida de diversas crianças. Pessoas como o Paulo que parecem anjos que estão na terra e se dedicam para amenizar tantas desigualdades me motiva a me faz acreditar em um mundo melhor.

Revelar o Diego Costa do Atlético de Madri ou o Pará do Santos foram pontos altos, mas o que me faz continuar é a esperança de ser um ponto de luz na vida dessas crianças!

Paulo Moura

Nesse programa ouvimos a banda LeBruce, com a música Clássico Grenal, que mostra um paralelo entre o futebol e o amor não correspondido, duas paixões intensas e fugazes.

Who hasn’t ever dreamed of being a football star? Last month I had the honor of interviewing Paulo Moura, president of Barcelona Esportivo da Capela. Paulo is a great dreamer, a warrior who dreams and fights to get children off of the streets, drug trafficking and other things that may lead them to the wrong path. And he does it through the greatest passion of the Brazilian kids, which is football, bringing to these children the chance of being someone special with the possibility of even becoming a star.

His team has already revealed many aces, like Diego Costa, but more than that he saved the lives of  many children. People like Paulo, who are like angels on earth dedicating themselves to alleviating so many inequalities, motivate me and make me believe in a better world.

During this show we also listend to the song “Classico Grenal”, by LeBruce, which shows a parallel between football and not corresponded love, two passions that are so intense and fleeting.

Sandrão

Sandrão

Apresentador do programa Business Rock que vai ao ar semanalmente pela Rádio 66 Brasil FM, também é colunista da Jump City Rocks onde compartilha suas experiências entrevistando empresários, executivos e empreendedores do Brasil e do mundo ao som de muito Rock’n'Roll!

Compartilhe / Share!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email